Segundo informações entregues pela Caixa Econômica Federal, cerca de 50 milhões de brasileiros já receberam o benefício criado pelo Governo para reduzir os impactos da Pandemia. Desses 50 milhões, estão cerca de 19,2 milhões no auxílio emergencial do Bolsa Família.

19,2 milhões no auxílio emergencial do Bolsa Família
19,2 milhões no auxílio emergencial do Bolsa Família (Foto: Google)

Audiência pública interativa na Comissão Mista da Covid-19

Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica, participou da Audiência pública interativa na Comissão Mista da Covid-19, uma reunião entre senadores, deputados e a Caixa Econômica.

A reunião é exigida para um acompanhamento direto da situação fiscal e da execução das medidas provisórias criadas durante e para a pandemia da COVID-19.

Na audiência, o presidente Pedro Guimarães informa aos senadores e deputados a quantas anda o auxílio emergencial e de sua liberação. Bem como sobre as ações tomadas pela Caixa durante o isolamento social.

Primeiramente, Pedro informou na audiência que existem, entre os brasileiros, cerca de 19,2 milhões no auxílio do Bolsa Família, aprovados e em processo de recebimento do auxílio. 

Além desses 19,2 milhões no Bolsa Família, também há 10,5 milhões de brasileiros beneficiários que estão inscritos no Cadastro Único e outros 20,3 milhões de beneficiários que se cadastraram pelo aplicativo criado pela Caixa.

19,2 milhões no auxílio emergencial do Bolsa Família e relatos do não recebimento

Nas últimas semanas houveram inúmeros relatos de brasileiros cadastrados no Bolsa Família.

Estes, se adequam às regras pré-estabelecidas pelo Governo no momento da criação do auxílio emergencial, mas que não foram aprovados para receber o benefício.

De acordo com Guimarães, cerca de 700 mil beneficiários não fazem parte dos 19,2 milhões no auxílio emergencial do Bolsa Família, mesmo sendo beneficiários do programa social. Segundo Guimarães, estes não se enquadram nos pré-requisitos.

Entretanto, há relatos de erros de análise de beneficiários que estão aptos e mesmo assim foram recusados pela Dataprev.

96,6 milhões de inscritos

Pedro Guimarães informou na audiência que foram cerca de 96,6 milhões de brasileiros inscritos no auxílio emergencial. Entretanto, em torno de 30 milhões deles não foram aprovados pela Dataprev, por diversos motivos. Ainda sob informações entregues por Pedro, 20 milhões de solicitantes ainda estão em análise no momento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here