Como proteger os aplicativos de banco no celular? Aprenda as melhores dicas

Ter o celular furtado pode gerar mais prejuízos do que você imagina

São Paulo, segunda-feira, 20 de junho, por Cristiane Luzio Rodrigues – atualmente pode-se fazer tudo através do celular, inclusive qualquer tipo de transação financeira. Porém, celulares podem facilmente se perder, tanto por descuido do seu dono quanto por roubos e furtos. Mas o problema é que muitas pessoas não tomam os cuidados necessários para proteger seus dados pessoais, ficando a vida totalmente exposta em seu smartphone.

Por isso, o Valor Diário trará aqui dicas essenciais para segurança dos aplicativos bancários do seu celular, para que, assim, possa usufruir dessa comodidade sem preocupações. Como, por exemplo, quais são as configurações do celular que deve utilizar e como inserir senhas  fortes, sem possibilidade de eventuais fraudadores descobrirem.

Você também vai gostar deste artigo: Dólar e bolsa brasileira em sentidos opostos de tendência; entenda os motivo

"Como

Seu dinheiro corre riscos em um celular desprotegido

Em suma, o smartphone hoje é usado para fazer tudo de maneira automatizada e funcional, como: tirar fotos, jogar, investir, pagar contas, fazer transferências bancárias. É comum ouvir que se usa o celular para tudo, mas dificilmente para realizar ligações telefônicas.

Sobretudo, para usufruir de todas essas facilidades, deve-se tomar precauções contra pessoas mal intencionadas. Pois, para conseguir utilizar de todas as funções do celular, deverá expor todos os seus dados pessoais e bancários, inclusive as senhas.

Desse modo, deve conhecer todas as formas de proteção, como utilizar senhas difíceis, com letras minúsculas, maiúsculas, com números e caracteres pessoais. Como, por exemplo, V@lorD!ario2022!

Leia também: Vale-alimentação: descubra quais são os itens que as compras são proibidas

Afinal, como proteger os aplicativos de banco no celular?

Primeiro, configure seu celular, inserindo o desbloqueio por biometria no celular e em aplicativos que não usam seus dados pessoais. Em contrapartida, para acesso aos aplicativos bancários, deixe somente com senha, excluindo o reconhecimento biométrico.

Ainda mais, muitos fraudadores enviam mensagens com links que, em um simples clique, poderá levar todos os dados constantes do celular, inclusive senhas de bancos.

Por fim, recomenda-se também não manter o e-mail de recuperação de senhas no próprio equipamento, nem tampouco utilizar salvamento automático de senhas. Conforme a matéria de Roseli Andrion, de setembro de 2021, do site Canaltech. Portanto, siga agora estas dicas, elas irão lhe salvar quando não estiver com seu equipamento em mãos!

Para ilustrar, assista este vídeo: “Como agem os ladrões e o que fazer se celular for roubado”, do canal BBC News Brasil, do YouTube.

Veja mais: Comprar seu imóvel por consórcio ou financiamento? Entenda a diferença e qual é melhor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.