Finanças pessoais | o que é e como fazer controle financeiro; confira

Ter o controle sobre seu dinheiro fará você nunca ter dívidas

São Paulo, domingo, 24 de julho, por Cristiane Luzio Rodrigues – as finanças pessoais incorporam como você gerencia todos os aspectos de suas finanças ou de sua família – tanto a curto quanto a longo prazo.

Em suma, para ter uma efetividade para seu controle financeiro, não é preciso ser um especialista em Economia. Então, o Valor Diário mostrará como é simples ter o controle sobre seu dinheiro e nunca mais ter dívidas.

Leia também: confira aqui nesse artigo 3 ações que pagam dividendos mensais

Finanças pessoais | o que é e como fazer controle financeiro; confira
Finanças pessoais | o que é e como fazer controle financeiro; confira (reprodução Canva)

Porque as finanças pessoais são importantes?

As finanças pessoais são uma parte vital, não apenas para gerenciar suas necessidades financeiras diárias, mas também para planejar seu futuro financeiro. Quanto mais cedo você se familiarizar com as finanças pessoais, melhores serão suas perspectivas financeiras de longo prazo para coisas como investir ou planejar a aposentadoria.

Ao entender os elementos das finanças pessoais, você pode entender melhor as oportunidades para melhorar suas finanças e, até mesmo, começar a investir.

Os dicas para controlar as Finanças Pessoais?

Saiba quanto tem de renda?

Em suma, saber quanto você ganha mensalmente é a base de suas finanças pessoais e inclui todas as partes do seu fluxo de caixa – o dinheiro que você recebe de todas as fontes. Inclui o seu salário, rendas extras como aluguel, rendimentos e dividendos de suas aplicações.

Confira mais: Inflação aumentar ainda mais? Confira altas recentes e o que dizem especialistas

Quanto gasta?

Os gastos incluem o dinheiro para quaisquer despesas que você tenha. Controlar a quantidade de dinheiro que você gasta pode permitir que você reserve dinheiro para aumentar seu futuro financeiro.

Comece a poupar

A poupança inclui qualquer dinheiro da sua renda que você não gasta, mas reserva para o futuro. É necessário prever despesas potenciais – planejadas ou não.

Investimento

Em síntese, os investimentos são compras que permitem que você ganhe renda ou economia futura. Os investimentos podem incluir compras de fundos, ações, títulos ou imóveis que você espera que lhe dê uma boa taxa de retorno. Mas os investimentos vêm com riscos.

Contudo, vale destacar os mais importantes princípios das finanças pessoais:

  • conheça o seu salário para levar para casa
  • pague-se primeiro
  • comece a economizar agora
  • compare as taxas de juros
  • nunca peça emprestado o que você não pode pagar
  • crie um orçamento
  • lembre-se que altos retornos significam altos riscos
  • planeje seu futuro financeiro
  • reserve um tempo para anotar suas metas financeiras – tanto de curto quanto de longo prazo. Em seguida, elabore um roteiro realista para chegar a esses objetivos.
  • seu passado de crédito determina seu futuro de crédito

Por fim, para ilustrar, assista este vídeo: “4 segredos para organizar suas Finanças Pessoais sem planilha e sem anotar gastos”, do canal EconoMirna, do YouTube.

Veja também: Será que vale a pena investir em commodities? Descubra nesse artigo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.