Amazon divulga prejuízo de US$ 3,8 bilhões em balanço trimestral; confira

Amazon registra prejuízo, porém acredita em recuperação no próximo trimestre

São José do Rio Preto, segunda-feira, 2 de maio, por Sérgio Carrieri – A Amazon (AMZO34) reportou um prejuízo líquido equivalente a US$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre desse ano. Ao contrário do mesmo período no ano passado, com lucro de US$ 8,1 bilhões. Segundo dados do balanço divulgado no último dia 28.

Dessa forma, o Valor Diário vai trazer mais detalhes dessa notícia que surpreendeu o mercado financeiro. Ainda mais que segundo a FacSet, a expectativa dos analistas era de que o balanço apresentasse lucro. Com a frustração dos números, as ações caíram mais de 8% no pregão seguinte.

Amazon divulga prejuízo de US$ 3,8 bilhões em balanço trimestral; confira - Pixabay
Amazon divulga prejuízo de US$ 3,8 bilhões em balanço trimestral; confira – Pixabay

Leia também: Isenção de imposto de renda em PLR: aprovada pelo Senado a isenção de IR sobre a participação nos lucros de empregados; veja mais

Amazon é considerada uma das gigantes de tecnologia

A Amazon é uma empresa multinacional de tecnologia e com sede em Seattle, nos Estados Unidos. Além disso, é concentrada no comércio eletrônico, computação em nuvem e inteligência artificial. Atualmente, é uma das cinco grandes da tecnologia, junto com Apple, Facebook, Google e Microsoft.

Fundada em 1994 por Jeff Bezos, tornou-se nesse meio tempo, na maior vendedora virtual do mundo. Do mesmo modo, transformou-se na maior empresa de internet em receita mundial. É também o maior empregador privado dos Estados Unidos e uma das companhias mais valiosas do mundo.

Confira: Golpe milionário de NFT no Brasil; saiba tudo sobre o golpe do Hack do Bored Ape e como se proteger

Resultado veio abaixo do esperado

Conforme já dito anteriormente, o resultado frustrou as expectativas dos analistas de mercado. Porém, parte do prejuízo se deve aos investimentos realizados na aquisição da Rivian Automotive. Conforme artigo de Matheus Andrade publicado em 28 de abril no Portal CNN Brasil.

Contudo, mesmo com aumento de vendas no período, o resultado foi impactado pelas altas taxas de câmbio. Apesar disso, a empresa acredita em recuperação de 3% a 7% nas vendas líquidas no próximo trimestre. Afinal, mesmo com a pressão inflacionária mundial, as vendas vêm se recuperando gradualmente.

Acima de tudo, a empresa já demonstrou em outros momentos de crise, forte capacidade de adaptação. Não será diferente desta vez, acreditam os analistas. Quer saber mais sobre a gigante americana? Então, assista ao vídeo abaixo do canal Jovem Pan News.

Não deixe de conferir: Como ganhar dinheiro na internet com o aplicativo Price Survey; saiba como

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.