Cemig divulga balanço do primeiro trimestre de 2022 com 244,6% de alta no lucro; confira

Cemig reverte prejuízo do primeiro trimestre de 2021 e lucra R$ 1,45 bilhões

São José do Rio Preto, quinta-feira, 19 de maio, por Sérgio Carrieri – A Cemig (CMIG4) divulgou seu balanço financeiro referente ao primeiro trimestre de 2022. Com resultado líquido de 1,45 bilhão, vale destacar o aumento do lucro em 244% comparado com o 1T21. Esse resultado foi divulgado ao mercado na última sexta-feira 13.

Dessa forma, o Valor Diário traz mais detalhes do balanço trimestral da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). Em primeiro lugar, a empresa destaca que o bom resultado é fruto do maior volume de energia vendida. Além disso, obteve maiores margens comparado ao primeiro trimestre de 2021.

Cemig divulga balanço do primeiro trimestre de 2022 com 244,6% de alta no lucro; confira - Pixabay -
Cemig divulga balanço do primeiro trimestre de 2022 com 244,6% de alta no lucro; confira – Pixabay –

Confira: Juros altos podem fazem o Brasil crescer cada vez menos e aumentar o desemprego; entenda o porquê disso

Mais dados sobre o balanço da Cemig (CMIG4)

O lucro antes dos juros, impostos e depreciação (Ebtida), aumentou 3,9% com valor de R$ 1,916 bilhão. Enquanto que a companhia focou na gestão operacional e comercial, com volumes maiores de comercialização. A receita líquida somou R$ 7,847 bilhões no primeiro trimestre, ou seja, aumento de 10,4%.

O resultado financeiro líquido ficou positivo em R$ 315 milhões, ao contrário do primeiro trimestre de 2021. No ano passado, impactado principalmente pela queda do dólar, o valor foi negativo em R$ 1,266 bilhão. Apesar disso, os custos operacionais tiveram uma alta de 11,6% alcançando os R$ 6,398 bilhões.

Confira: Cosan (CSAN3): resultado 69% menor do que o ano anterior, com lucro de R$ 263 mi no 1° tri; confira as ações

Resultado também é fruto de investimentos maiores

A companhia também elevou seus gastos em investimentos em cerca de 39% na comparação com o mesmo período de 2021. Chegando ao volume de R$ 500 milhões, mesmo com as dificuldades na cadeia de suprimentos, por exemplo. Ainda sim, conseguiu reduzir sua dívida líquida para R$ 7,273 bilhões, redução de 14%.

Ao mesmo tempo, obteve um aumento de 2,1% em sua base de clientes o que significa mais 181 mil novos usuários. Conforme destacado no artigo de Felipe Moreira publicado em 16 de maio no Portal InfoMoney. Desse modo, a empresa atingiu a marca de 8,9 milhões de clientes faturados no período.

Por último, a companhia suspendeu suas projeções financeiras para o próximo período. O cenário externo e as incertezas econômicas foram os motivos alegados. Quer saber mais sobre a Cemig? Então, assista ao vídeo abaixo do canal Neto Invest.

Não deixe de ler: Morar de aluguel ou casa própria; veja a melhor opção para 99% dos brasileiros

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.