Como ser assessor de investimentos? Conheça uma das carreiras mais promissoras do mercado

É uma das carreiras que mais cresce no país

São Paulo, quarta-feira, 22 de junho, por Cristiane Luzio Rodrigues — assessor de investimentos é o profissional capacitado para auxiliar clientes para elaboração de uma carteira de investimentos. De acordo com cada perfil de investidor, direcionará quais são os ativos compatíveis, sendo a maioria com foco nos investimentos de longo prazo.

Atualmente, ser um assessor de investimentos tem se tornado uma das profissões mais promissoras do mercado financeiro. Então, o Valor Diário trará as principais informações para ingressar nessa carreira, como, o que estudar, como conseguir o certificado e qual expectativa salarial.

Confira também: Tesouro Direto com taxas em alta: confira se é hora de investir em títulos públicos

Como ser assessor de investimentos Conheça uma das carreiras mais promissoras do mercado (reprodução Canva)
Como ser assessor de investimentos? Conheça uma das carreiras mais promissoras do mercado (reprodução Canva)

O que faz um assessor de investimentos?

Em síntese, é o profissional, autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que prospecta clientes para investimentos no mercado de capitais. Assim, tem a função de assessorar, conforme o perfil de investidor, estudando as estratégias de investimentos. Desse modo, auxiliará seu cliente na tomada de decisões sobre compra e venda de ativos financeiros, como, por exemplo, títulos em renda fixa e em renda variável.

Em outras palavras, o assessor de investimentos faz a intermediação entre os investidores e os analistas de investimentos das corretoras de valores. Para tanto, capita clientes, dá orientações sobre o mercado financeiro, recebe ordens e as transmite para corretoras e, por fim, auxilia o cliente em todas as dúvidas relacionadas aos seus investimentos.

Leia mais: Financiamento imobiliário: entenda como ele ficou 20% mais caro em apenas 2 anos

Como conseguir ser profissional certificado?

Antes de tudo, há duas formas de atuação como assessor de investimentos: trabalhar nas corretoras ou ser um Assessor Autônomo de Investimentos (AAI).

Para se tornar um AAI, o profissional precisa ter certificação emitida pela Ancord. Por outro lado, os assessores que trabalham nas corretoras de valores devem possuir certificação emitida pela Ambima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Portanto, caso queira ingressar no mundo do mercado financeiro, estas são ótimas opções de se profissionalizar no segmento.

Por fim, para saber mais sobre como ser um assessor de investimentos, assista este vídeo: “Como funciona a assessoria para a compra de ações?”, do canal InfoMoney, do YouTube.

Leia também: Bolsa Família agora é Auxílio Brasil: veja quem ainda irá receber em junho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.