Gol: empresa reverte prejuízo de 2021 e lucra R$2,6 bilhões no primeiro trimestre

Empresa tem expectativa de seguir lucrando em 2022

Belo Horizonte, domingo, 1 de maio, por Saulo Teixeira Rosa – A Gol ( GOLL4) registrou lucro líquido de R$ 2,6 bilhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), revertendo prejuízo líquido de R$2,528 bilhões no primeiro trimestre de 2021. O valor foi superior à previsão da Refinitiv de R$ 390 milhões de lucro. Entre janeiro e março deste ano, a receita líquida foi de R$ 3,220 bilhões, alta de 105,4% em relação ao mesmo período de 2021, contra uma previsão da Refinitiv de R$ 2,92 bilhões.

Segundo apurou o site Valor Diário, o lucro do 1T22 antes dos impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, em inglês) foi de R$ 542,2 milhões, comparado a um prejuízo de R$ 72,1 milhões no ano anterior. De acordo com o consenso da Refinitiv, o número ficou abaixo do esperado, em R$ 586,09 milhões.

Leia também: Portabilidade dos clientes Oi para a TIM iniciará em junho; confira mudanças na telefonia

Resultados da Gol no primeiro trimestre 2022

O lucro operacional antes de juros e impostos (Ebit) registrado no 1T22 foi de R$ 181,4 milhões, representando uma margem operacional de 5,6%. O custo do combustível de aviação atingiu R$1,205 bilhão nos primeiros três meses de 2022, um aumento de 113% em relação ao mesmo período de 2021.

A frota GOL totalizou 142 Boeing 737 no final do 1T22, sendo 111 NGs e 31 MAXs. Durante o mesmo período, a idade média da frota foi de 10,3 anos, em comparação com 10,7 anos para o 4T21. A liquidez total ao final do 1T22 foi de R$ 3,3 bilhões, uma redução de R$ 400 milhões em relação à posição do trimestre anterior.

As atividades operacionais geraram aproximadamente R$ 700 milhões no 1T22, principalmente devido ao aumento do volume de vendas futuras (forward bookings), parcialmente compensado pelo maior volume de recebíveis e pela utilização de depósitos e adiantamentos para eventos de transformação de frota.

Confira mais: Investimentos que rendem 1% ao mês para o investidor, confira aqui

Gol: empresa reverte prejuízo de 2021 e lucra R$2,6 bilhões no primeiro trimestre - Reprodução Pixabay
Gol: empresa reverte prejuízo de 2021 e lucra R$2,6 bilhões no primeiro trimestre – Reprodução Pixabay

Expectativa futura

Primeiramente, em 2022, a Gol espera uma geração de caixa de R$ 13,7 bilhões e uma margem EBITDA de 24%. Sendo assim, este ano, a taxa de ocupação prevista da operadora será de 82%. No entanto, em termos de retorno dos investimentos, a empresa prevê R$ 700 milhões em 2022. Por fim, até o final de 2022, a alavancagem financeira da empresa terá aumentado em oito vezes.

Paulo Kakinoff, presidente da Gol, destacou a projeção de aumento de voos corporativos no país até 2022 durante teleconferência de resultados nesta quinta-feira. Desde março, a empresa tem visto um aumento na demanda em ambos os segmentos, mas principalmente no setor corporativo, com reprises completas de eventos em todo o país.

Apesar de a Gol não ter feito nenhuma alteração em seu guidance para o ano, Kakinoff destacou que há uma projeção de sustentabilidade da demanda para todo o ano de 2022, revisando as projeções comerciais. Entretanto, a expectativa é que a alta do Rask (receitas operacionais por assentos-quilômetro oferecidos) se mantenha ao longo do ano.

E aí gostou do conteúdo? Deixe nos comentários para sabermos a sua opinião. Por fim, para fixar a matéria, considere assistir o vídeo do canal “Holder Iniciante” falando mais sobre os resultados da Gol. Em suma, é isso! Até a próxima!

Vale-Gás: é liberado novo lote de pagamento na última quinta-feira (28); confira se tem direito e como sacar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.