Tubarões do Varejo: Via Varejo (VIIA3) e Magalu (MGLU3); descubra se é vantagem comprar na baixa

Setor varejista deixa os investidores com aversão ao risco na bolsa brasileira

São Paulo, segunda-feira, 2 de maio, por Cristiane Luzio Rodrigues — Via Varejo (VIIA3) e Magalu (MGLU3) enfrentam longos períodos. Assim, seus investidores estão cada dia mais cautelosos sobre as negociações dos papéis. Porém, a depender da estratégia de investimentos, muitos vêm como uma oportunidade compras na baixa para, então, faturar na alta.

Agora, o Valor Diário trará os principais motivos das companhias varejistas mais famosas na bolsa brasileira, estarem em grande tendência de queda. Primeiro, a inflação é um dos principais motivos. Ou seja, com a alta crescente dos preços de produtos, os consumidores estão cada vez comprando menos. Assim, as empresas que sofrem imediato impacto são do comércio.

Tubarões do Varejo Via Varejo (VIIA3) e Magalu (MGLU3); descubra se é vantagem comprar na baixa (reprodução de Canva)
Tubarões do Varejo Via Varejo (VIIA3) e Magalu (MGLU3); descubra se é vantagem comprar na baixa (reprodução de Canva)

Leia também: Investimentos que rendem 1% ao mês para o investidor, confira aqui

E-commerces estão em forte tendência de queda

Sobretudo, empresas de e-commerce tiveram alta durante a pandemia do Covid-19, devido às regras para distanciamento social, que se iniciou no março de 2020. Em resultado, os consumidores, no geral, passaram a realizar a maioria das suas compras online, até mesmo compra de alimentos.

O que, com certeza, aumentou a demanda entre as empresas do setor varejista, principalmente em plataformas online.

Porém, atualmente, após dois anos do estouro da pandemia, o estado de emergência sanitária se encerrou. Desse modo, as pessoas voltaram às suas rotinas. Em seguidas, as grandes varejistas estão sofrendo com quedas abruptas.

Confira mais: Vale-Gás: é liberado novo lote de pagamento na última quinta-feira (28); confira se tem direito e como sacar

Somando este fato, tanto o Brasil, como todo o mundo, está sofrendo com a alta gigantesca da inflação. O que influencia, imediatamente, o preço dos produtos e serviços.

Em suma, esses dois motivos fizeram com que as ações dos setores do varejo, principalmente online, tivessem os seus papéis despencarem rapidamente.

Via Varejo (VIIA3) e Magalu (MGLU3) em baixa, é hora de comprar os papéis?

Antes de tudo, as “tubarões do varejo”, que são Via Varejo e Magalu, tiveram os preços de suas ações despencando no último ano.

Desse modo, é de se destacar que as ações Magalu (MGLU3), desde março de 2021 tiveram uma queda de cerca de 80%, passando do valor da ação de em torno de R$ 25 para R$ 4,88, conforme fechamento do pregão do último pregão, dia 29 de abril de 2022.

Do mesmo modo, as ações da Via Varejo (VIIA3), neste mesmo período, despencou cerca de 75%, passando o preço da ação de R$ 12 para R$ 2,94.

Porém, muitos investidores, a depender da estratégia definida, pode utilizar-se da queda das ações e aproveitar oportunidades de compra. Então, o melhor caminho não é se desesperar e negociar sem critérios.

Por fim, vale destacar que especialistas ainda não veem com bons olhos oportunidades de compras dos ativos de varejistas. Conforme matéria de Silvia Rosa, do dia 26 de abril de 2022, no site TradeMap.

Por fim, para ilustrar, assista este vídeo: “Ações da Via Vareja (VIIA3 e VVAR3) e Magalu (MGLU3) – Como proteger e potencializar ganhos na bolsa”, do Canal Rafael Bevilacqua, do YouTube.

Você também vai gostar: Declaração imposto de renda para MEI: prazo é adiado para o dia 30 de junho; confira as principais regras

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.