Bolsonaro agenda reunião na quinta com governadores sobre pacote de socorro financeiro

Está agendada para quinta-feira (21) uma reunião do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com os 27 governadores do país, por videoconferência. A pauta é o pacote de socorro financeiro, já aprovado no Congresso, mas que deve sofrer vetos do presidente. Contudo, esse socorro aos estados é de extrema importância no auge da pandemia da Covid-19 no Brasil.

Na semana passada, Bolsonaro já havia adiantado a reunião e na segunda foram distribuídos os convites pela Secretaria de Governo.

Leia também: Devolução do auxílio emergencial: Governo cria novo site

Bolsonaro tem reunião com governadores na quinta

Bolsonaro reunião
Bolsonaro tem reunião na quinta com governadores sobre pacote de socorro financeiro Foto – Ascom Casa Civil

A reunião do presidente Jair Bolsonaro com os 27 governadores ocorre na manhã desta quinta-feira, 21, às 10h, e a pauta do encontro é o pacote de auxílio fiscal aos Estados, ou seja, a sanção do projeto de socorro emergencial aos Estados e municípios para o enfrentamento dos efeitos decorrentes da pandemia.

O programa de socorro previsto na proposta destina R$ 60 bilhões aos Estados e municípios para compensação de perdas de receita e ações de prevenção. A projeto foi votado e aprovado no Senado no dia 6 de maio e até hoje não foi sancionado por Bolsonaro.

Marcaram presença na reunião governadores como Camilo Santana (PT), do Ceará, e Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão, Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte, entre outros.

Fátima Bezerra (PT), do Rio Grande do Norte, se pronunciou no Twitter sobre a importância dessa votação:

“É urgente a sanção do Presidente ao Auxílio Emergencial aos Estados, já aprovado há mais de 8 dias, e que vai possibilitar ao RN ter acesso a R$ 442 milhões em quatro parcelas, minimizando o forte impacto da queda das receitas, de maneira que que os Estados possam honrar as obrigações básicas frente à população”.

Leia tambémPandemia pode abrir caminho para inflação e atrapalhar consumidor

Atrito entre Bolsonaro e chefes do Estado

Hoje, os governadores são o principal foco de oposição ao Palácio do Planalto. Pois, desde o início da pandemia, o clima entre o presidente e os chefes dos Estados piorou.

Bolsonaro tem culpado os governadores pela desaceleração da economia devido às medidas restritivas de isolamento social que a maioria dos governos adotaram.

Porém, vale lembrar que, no final de março, em uma das reuniões, Bolsonaro teve uma discussão com João Doria, governador de São Paulo.

Leia tambémFGTS liberado em junho 2020; entenda como funcionarão os novos saques

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.